Lágrimas e Névoa – Parte 5/8


20 de Novembro

O que vim fazer aqui mesmo? Ah, no começo era procurar meu pai, mas depois de todo esse tempo prefiro acreditar um pouco mais na realidade. Fiquei curioso pra conhecer a famosa Silent Hill que o velho tanto falava. Sempre achei que ele fosse doente mental, mas no fim realmente tinha algo de diferente mesmo aqui. Decidi ficar porque gosto de passar horas olhando o lago Toluka. Decidi ficar porque aqui ninguém quer saber da minha vida. Creio que decidi ficar porque é o lugar perfeito pra deixar lá trás a porcaria de pessoa que fui a existência toda.
Apesar de ser um constante fracasso, eu gostava de admirar as outras pessoas. Fiz o impossível ajudando todas elas, sabia que provavelmente nunca receberia nada em troca, e já sabemos o que aconteceu então. Algumas até arriscam lembrar meu nome. É terrível guardar segredos de outras pessoas, ainda mais quando a maioria deles resultaria em pena de morte.

Anúncios

Publicado em 23/09/2011, em Contos. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Muito bom, como sempre.

  2. Lucas Fraidenberges

    Muito bom

  3. Little Dreamer

    Estou acompanhando. Está muito bom…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: