Noturno

Eu ficava em meu quarto
Artificialmente noturno
Esperando pela ideia perfeita
Que fosse mudar mundo
Dentro da minha cabeça

Em alguns momentos
Eu escutava o vento uivando
Sua lamentável sinfonia distorcida
Ninguém ousava comentar
A chuva era a única que não o temia

O mundo das pessoas normais acontecia
Em vários idiomas do lado de fora
Eu não queria saber sobre isso
Eu queria sonhar eternamente em silêncio
Estava cansado de acordar todos os dias

Anúncios

Publicado em 31/07/2011, em Poemas e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. é muito do que eu sinto seus poemas e frases *-*

  2. Eu fico as vezes com pensamentos, depois daqueles dias , de trabalho , e que você ver tudo na sua frente e não acredita que tudo que você sonhou , nada tenha acontecido.

    Sua poesia muito boa parabéns como sempre.

  3. “Eu ficava em meu quarto
    Artificialmente noturno
    Esperando pela ideia perfeita
    Que fosse mudar o mundo
    Dentro da minha cabeça”

    Esse trecho me descreveu muito bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: