Sobre o nada

É pelos caras legais demais
Que adormecem na escuridão
De uma canção de rock progressivo
Aquela que faz você imaginar
Como teria sido se fosse outra pessoa
Como que pensariam em você
Uma coisa ruim ou boa?

É tentar reviver sem sucesso
Como foram as outras opções
A conversa poderia ter ido mais tarde
Ou mais cedo para evitar aquelas discussões

Ninguém lá fora sabe
Que mais uma história acaba
E ninguém entendeu a explicação
Hoje a conversa será sobre o nada
Sem longas risadas
Sem promessas e decepções

Anúncios

Publicado em 21/06/2011, em Poemas. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: