Elas nunca se despedem


Dessa vez eu tentei explicar
As palavras que pareciam mais corretas
Sem muito sentimento
Ou comprometimento de
Parecer um pouco normal
Não houve qualquer reação
Que lembrasse algo emocional

As palavras, apesar de poucas
Arriscavam-se a narrar um filme mudo
Aquele que você via
Toda vez que acreditava em
Alguma estrada sem saída

É curioso como ela parecia tranquila
Pensei meio sem querer
Que pudesse lhe ensinar algo novo
Algum outro estará fazendo isso em breve
Eu continuarei andando por aí
Evitando alguns olhares
E em cartazes rabiscados vendo rostos

Anúncios

Publicado em 18/05/2011, em Poemas e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. triste porém ficou ótimo. só que eu acho que ninguém se despede como gostariamos, até porque sei la despedidas nunca são boas, mas de alguma forma nos revela um pouco ou muito o que a pessoa realmente sentia pela gente 😦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: