Duas mulheres


Eram duas mulheres que passavam
No escuro daquele momento
Mas eu sabia que não estavam ali
Era possível perceber que não
Tinham mais muitas chances pela frente
Era um tempo que não foi premeditado
Não era o que, no passado, teriam escolhido

O fim de um dia carregado
Foi apenas a continuação de algo
Um momento que se esqueceu de ficar para trás
E fez daquelas vidas, cores fracas
Que ninguém se interessava
Não se pode aguentar mais
Todos sabiam que nem com fé teriam conseguido

Anúncios

Publicado em 06/05/2011, em Poemas e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: