O homem que não tinha preocupações


Eu o vi
Já faz algumas horas
Mas parece menos
Do que cinco minutos
Ele fumava e olhava
Para o outro lado
Como se nunca preocupação alguma
Tivesse-o atingido

Noite passada ele
Declamou todo o poder
Da sua outra cara
A farda
Alguém ouviu os tiros
Antes de amanhecer o dia
Mas pensou estar sonhando
Novamente com filmes de ação

A carona está chegando agora
Todos o percebem entrando
Mas fingem que estão apenas trabalhando
Ou indo embora

Anúncios

Publicado em 12/04/2011, em Poemas e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. muito bom esse !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: