Os homens da rua

Há alguém procurando la fora
Os restos de algum sentimento passageiro
Que tem medo de virar passado
Corações que já não esperam nada
Eles sabem que não serão salvos
Homens que vagam sem almas
Pelos labirintos sem saída
Das noites frias e vazias

Enquanto o desespero nos
Carrega em seus pálidos braços
Suspiramos gritos sem sentido
Nos ouvidos de outros condenados
Seus olhos sem vida se
Desculpam por algum dia terem errado
Eles estão doentes demais para
Terem nos ouvido
Eles ficaram surdos
Acreditando que suas
Vidas tinham algum sentido

Anúncios

Publicado em 13/12/2010, em Poemas e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: