Noite de inverno


Foi em uma noite de inverno
Que o tempo me acordou
Para avisar que já tinha ido embora
E com ele estavam todas as memórias
Que algum dia fizeram sentido

Foi naquela noite de inverno
Que eu fiquei horas lá fora
Perguntando para o céu
O que tinha acontecido
Quando me ajoelhei
Gritando em silêncio
As estrelas mais brilhantes
Me fizeram chorar

É nessa noite de inverno
Que me sinto tão cansado
Que não posso explicar
A chuva lá fora me protege
Do silêncio cruel
Não me deixando pensar
Queria que fosse pra sempre…

Anúncios

Publicado em 18/04/2010, em Poemas e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. 4 Comentários.

  1. Você é demais!

  2. Little Dreamer

    Um poema pode não significar nada para algumas pessoas, pode não fazer nenhum sentido, as vezes não são entendidos da maneira que o autor quer que seja interpretado, não sentimos o mesmo sentimento do autor quando escreve. Mas este poema demonstrou perfeitamente a forma como me sinto em alguns dias da minha vida. Aquela vontade de cair de joelho, aquelas lembranças intermináveis, sentindo cansado… isso é incrível! Demonstração de sentimentos em palavras…

  3. incrivel!!

  4. adrien souza

    Foi naquela noite de inverno
    Que eu fiquei horas lá fora
    Perguntando para o céu
    O que tinha acontecido
    Quando me ajoelhei
    Gritando em silêncio
    As estrelas mais brilhantes
    Me fizeram chorar.

    Muito bom. Muito bom mesmo*-*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: